Publicação em destaque

2º Sorteio My Best Toys Mistery Box - Deluxe edition...

A Mistery Box está de volta ao My Best Toys e desta vez é um artigo de luxo. O sistema de rifas é o mesmo e desta vez o artigo em que...

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Masters of the Universe Vynl figures...

Coleccionar Masters of the Universe, nos dias que correm é extremamente difícil, principalmente para a carteira.
A quantidade de colecções que saem  para o mercado é tanta que é quase impossível de acompanhar.
A Funko foi uma empresa muito inteligente e apostou no Design para lançar varias linhas de figuras coleccionáveis que têm atingido valores muito grande no mercado dos coleccionadores em geral.
A colecção POP! é muito famosa, mesmo entre pessoas que nunca coleccionaram brinquedos.


Desta vez a Funko lança uma colecção com o tema de Masters of the Universe mas com outro design a que chamam Funko Vynl.
Para já existe apenas duas personagens, o He-Man e o Trap Jaw, que são vendidos num pack duplo.


O design é diferente e são figuras tão grandes como os POP!
O He-Man vem com a sua Power Sword e uma atitude séria, tendo em conta que vai enfrentar Trap Jaw que também tem uma expressão de poucos amigos.
Trap Jaw vem apenas com o seu braço gancho e não traz mais nenhuma arma de substituição, como aliás a sua versão POP! não trazia.


Os detalhes são simples e sem grandes complicações visuais.
Está la tudo e não podia estar mais satisfeito com esta aquisição.
As figuras só têm articulação na zona do pescoço o que é uma pena. Penso que beneficiariam um bom bocado se tivesse articulação nos braços, mesmo que fosse reduzida. Mas como a ideia era, penso eu, ser uma colecção semelhante aos POP! normais, teria de ter apenas um ponto de articulação. Cada figura vem com uma base transparente que encaixa num dos pés evitando assim que estejam a cair constantemente.
No geral, são figuras muito boas e excelentes para coleccionadores de Masters of the Universe que desejam ter mais uma versão diferente destas personagens nas suas prateleiras.

Sem comentários: