quinta-feira, 19 de abril de 2018

Masters of the Universe Classics...Rotar e Twistoid...

Das personagens mais estranhas e ousadas da colecção de Masters of the Universe original, foram Rotar e Twistoid. Pegar em duas personagens e transforma-las em piões foi qualquer coisa de inédito e único. Como figura de acção foi um desafio ainda maior.
No entanto Rotar e a sua contra-parte maléfica Twistoid estiveram no mercado e são das figuras mais procuradas e complicadas de encontrar.


Na colecção Masters of the Universe Classics, as personagens sofreram uma renovação bem vinda para alguns coleccionadores e ridícula para outros.
No entanto as figuras revelaram-se e são mesmo espectaculares.
Rotar e Twistoid aparece pela primeira vez no mini comic "Energy Zoids", que saiu com as figuras nos anos 80, onde se enfrentam mutuamente numa arena.


A história das personagens, especialmente de Rotar é um pouco violenta.

Ronur, um guarda do Palácio de Eternia é ferido mortalmente numa escaramuça com os lacaios de Skeletor.
Foi levado do campo de batalha por He-Man que o levou a Duncan. Usando o poder da sua nova invenção, a Giro-Máquina, Man-At-Arms foi capaz de fundir o seu corpo com a máquina e ao salvar-lhe a vida, dar-lhe novas capacidades bélicas. Ronur torna-se assim em Rotar e por sua vez é elevado a Master of the Universe.

Skeletor não perde tempo e cria um adversário à altura de Rotar. Twistoid é criado artificialmente e é nada mais do que um Giro-Robô cuja única função é girar e destruir tudo e todos aqueles que se metam no seu caminho. Tornando-se assim o arqui-inimigo de Rotar e uma das maiores ameaças em combate.

A versão MOTUC destas personagens vem com algumas mudanças que acho que são mesmo bem pensadas e cheias de detalhe.


Rotar é uma figura extremamente bem feita e fiel à sua contra-parte vintage. Este pião humano está praticamente com todos os detalhes que o caracterizam.
No entanto é uma figura que não gira, ou seja, não tem o mecanismo que o faz girar como acontecia com a figura dos anos 80.
No entanto está tudo lá.


A escultura é muito boa e os acessórios são exactamente os mesmos da figura vintage. Machado, apoio (para por a figura de pé sem estar a girar) e a maquina de guerra terrestre, onde se montava a figura para fazer girar os rodas dentadas.


Uma das características desta figura Motuc é que podemos rodar a cabeça para a frente, fazendo com que rotar pareça ter um elmo fechado e pronto para combate. Adorei esta ideia de o elmo poder ser usado de duas maneiras diferentes, se propositado este design, dou desde já os parabéns aos Four Horseman pela ideia (partindo do princípio que a ideia foi deles).


A máquina terrestre ou engenho, como lhe queiram chamar, é totalmente funcional e se a figura girasse por si própria, as rodas mexiam-se sem qualquer esforço.


A grande inovação nesta figura é que os designers deram-lhe pernas.
Rotar foi ferido mortalmente e transformado num pião meio robótico, mas esta versão da personagem vem com pernas que se podem encaixar no torso de Rotar e transformá-lo num guerreiro cheio de estilo.


Com esta ideia Rotar torna-se numa figura diferente e o tal "engenho" transforma-se num espadão mecânico de aspecto terrífico. Uma espécie de espada com serras giratórias ameaçadoras.


 As pernas seguem o design da figura e os detalhes são muito bons e bem pensados.

Twistoid é uma máquina de destruição e vem com todos os acessórios da sua contra-parte vintage, melhorados e ameaçadores.


As cores berrantes estão lá.
O aspecto artificial não podia ser melhor, assim como todos os detalhes da personagem, reproduzidos ao mais alto nível.


A base de apoio também se encontra nesta figura, para poder estar de pé.
Os acessórios são a terrível foice laranja e a base de machados giratórios.


Twistoid vem também com a possibilidade de girar a cabeça apresentando uma máscara de combate tal como acontece com a figura de Rotar. Mais uma vez não tenho ideia se o design foi intencional.


Como não podia deixar de ser, esta figura vem também com um par de pernas que podem ser encaixadas na base do tronco (o torso de pião desmonta-se e encaixam-se as pernas!)


No geral, as figuras de Rotar e Twistoid são muito boas nesta versão. Penso que o detalhe das "pernas" veio estragar um pouco o conceito das personagens mas, se as encararmos como figuras diferentes, até podemos ter um exército de Twistoids e uma falange completa de guardas Rotar, prontos para qualquer eventualidade.


As figuras foram para o mercado em 2014 e foram exclusivas da San Diego Comic Con (SDCC) o que as torna meio difíceis de encontrar a preços decentes.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Leituras do Best...Lego Star Wars #30...

Nas bancas à uns dias, a revista Lego Star Wars vem mais uma vez com grandes surpresas e com um brinde espectacular.


Começamos a revista com a aventura em bd intitulada "Demasiado Otimismo" com muitas lutas de naves e humor que baste.
Depois de alguns passatempos, ficheiros imperiais e uma mostra de um excelente conjunto de Lego Star Wars, continuam as aventuras com "No meio de um campo de Minas" onde o perigo espreita a poucos metros de distância, disfarçado de asteróides.


O poster é inevitável e o brinde é um Y-Wing miniaturizado ao estilo da revista.
Desta vez é um conjunto com 60 peças e muito fácil de montar.
Este Y-Wing é enorme e tem um design muito bem conseguido para uma nave tão espectacular.


No próximo numero a surpresa é boa porque teremos mais uma nave, mas desta vez é o caça de Kylo Ren...


sábado, 14 de abril de 2018

Dragon Flyz...Z´Neth com Riptor...

O mundo dos Dragon Flyz é ainda desconhecido da maior parte dos coleccionadores.
Como já disse anteriormente, num outro artigo sobre outra versão esta mesma personagem, comparo a colecção de Dragon Flyz um pouco com a colecção de New Adventures of He-Man sendo que alguns detestam-na e outros adoram-na.


Na maior parte das vezes os que a detestam, ou que simplesmente não ligam, acabam por até ir reunindo umas coisas da linha e começam a gostar de saber mais sobre Dragon Flyz e sobre o universo que rodeia esta linha de figuras de acção que também voam.

Desta vez apresento outro "tesouro" da minha colecção que é este Z´Neth e o seu Dragão Riptor.
Esta é a versão normal da personagem...já tinha apresentado aqui anteriormente a versão Dark Z´Neth, com uma personagem em vermelho e de cores mais escuras.


Esta é outra versão, ou seja, como costuma aparecer em todos os episódios da série.
Z´Neth vem com o seu típico uniforme azul que o destaca também como Líder dos Dragonators.
O seu nome lê-se Zenith e significa "O que está no topo"


A figura tem articulação básica e as asas são feitas de uma espécie de espuma, tipo esferovite muito leve mas resistente.
Para figuras com 25 anos, encontrá-las em bom estado é sempre uma grande sorte.
O dragão, nestas figuras básicas é sempre o lançador, o motor que impulsiona a figura para os céus e posso garantir que estas figuras voam mesmo longe.


Os detalhes são muito bons e o dragão é espectacular.
Não tenho a arma que vinha com esta figura, que é um pequeno canhão cinzento que se encaixa nos braços, mas espero um dia encontrar um exemplar para ir completando estas figuras espectaculares.

Z´Neth e Riptor saíram para o mercado em 1995 e foram produzidos pela Galoob.