domingo, 19 de novembro de 2017

Malebolgia II - Spawn séries 17...

Um dos demónios mais conhecidos do mundo da banda desenhada é Malebolgia.
Muito vão perguntar mas afinal quem é este Malebolgia?


Malebolgia é criado em 1992 por Todd McFarlane para ser um dos arqui inimigos de Spawn, o anti Herói que o autor criou quando avançou com a Image, editora a que sempre esteve ligado.
Malebolgia seria o equivalente a Satanás na mitologia de McFarlane e o responsável directo pela existência de Spawn. No entanto é um dos governantes dos círculos do Inferno e senhor do Oitavo Círculo e que existe à mais de 70.000 anos. O seu único objectivo é reunir um exército imenso que lutará contra as forças do Céu quando se der o Apocalipse.
Malebolgia tem poder infinito, no entanto é morto por Spawn na Mítica edição #100. No entanto, sendo um demónio, Malebolgia assume outra forma e vive durante algum tempo disfarçado como Freak, um dos inimigos mais cruéis de Spawn. Acaba por revelar-se a Violator, um dos seus antigos seguidores e traidor ao Inferno.
Até a esta data, Malebolgia ainda não revelou qual o seu plano de vingança contra Spawn e permaneça escondido...

A figura de acção deste Malebolgia II aparece no mercado em 2000, pertencente à série 17 da colecção Spawn Classics.


Detalhes do outro mundo, com articulação limitada mas essencial, Esta segunda versão de Malebolgia apresenta-se como uma figura enorme e cheia do mesmo terror que se apresenta nos vários comics. Terrível...
Esta foi uma das aquisiçoes recentes para a minha colecção de figuras Spawn e de que me orgulho de apresentar aqui neste blogue desde o primeiro dia que o iniciei em 2007.
São figuras sempre difíceis de encontrar, principalmente para aqueles como eu que andamos sempre atrás destas coisas.

sábado, 18 de novembro de 2017

HotWheels...Batmobile - Justice League...

Ainda não é muito fácil de encontrar mas, a nova versão do Batmobile, que aparece no Filme que estreou esta semana no cinema, já anda por aí.


O Batmobile vem em toda a sua glória, igual ao anterior veículo que já tinha saído e que apareceu no filme Superman vs Batman, mas com algumas diferenças que valem muito a pena.


Este Batmobile vem apetrechado com armas dignas de derrotar qualquer exército de Apokolips, sendo o design adaptado para mostrar a capacidade bélica que aparece no filme.


Um das mais curiosas características deste carro é que, o canhão principal é direccionável e podemos apontá-lo, com alguns limites, para um dado ou para outro.
A própria escultura do veículo vem com design renovado e apresenta outras armas na parte da frente, esculpidas na cobertura e com um aspecto semelhante ao canhão principal.


Mais um grande veiculo de cinema HotWheels a procurar por aí, se conseguirem...

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Leituras do Best...Lego Star Wars #25...

Novembro começa com mais uma edição Star Wars da Lego e parece que, de acordo com a nossa meteorologia, o brinde vem mesmo a calhar para fazer par com a falta de chuva.


Mais algumas aventuras e desta vez passadas durante o evento de Force Awakens e uma outra com os já conhecidos heróis das Freemaker Adventures.



Os artigos são os do costume com uma opinião fotográfica do espectacular A-Wing, ficheiros e desafios galácticos e com mais um poster com excelentes conjuntos Lego Star Wars.


O brinde é um Sandcrawler em miniatura muito bem feito e imaginado para esta escala espectacular.

No próximo número voltamos a ter como brinde uma minifigura espectacular que vai fazer com que Dezembro seja um bom mês!


terça-feira, 14 de novembro de 2017

Masters of the Universe ReAction figures...Trap Jaw...

E como já tinha referido nos meus antigos artigos sobre esta colecção, estas figuras são feias!
É surpreendente como esta colecção é assim e continua a ter a mesma "magia" que acho que qualquer figura de Masters of the Universe tem.


Tenho imensas figuras do Trap Jaw na minha colecção de Masters e sempre foi uma personagem feia, deformada. Uma espécie de Zombie meio mecânico e de uma raça indefinida de Eternia. Existe quem ache que ele seria um Gar, tal como Skeletor, devido à sua pele azul,mas ainda não existem certezas sobre a sua origem e não existe nenhuma referência à sua raça em nenhuma das suas aventuras e mesmo o World Compendium também não trás qualquer referencia específica embora, a meu ver e sendo a sua pele azul como a de Skeletor, poderia ser também um Gar.
Existem referencias nas aventuras áudio alemãs sobre Jaw, um engenheiro que ao salvar uma criança de um acidente com um veiculo conduzido por Skeletor, fica gravemente ferido e é o próprio Senhor do Mal que o salva da morte, transformando-o em Trap Jaw. Suspeita-se ainda que seja nativo das ilhas Star Bridges, mas tal nunca foi provado em qualquer história conhecida.



Esta figura ReAction é da série 2 e vem para o mercado com o selo da Super 7.
A articulação é básica, os detalhes simples e suficientes para identificar a figura como Trap Jaw.


Vem ainda com os seus acessórios, as armas para substituir no seu braço mecânico, gancho e garra.
Não existe qualquer gancho no cinto verde da personagem para pendurar os seus acessórios e que acho uma grande falha da parte da Super 7.
Mesmo assim as cores ficaram muito boas e este Trap Jaw com proporções mais "normais", não deixa de ser uma excelente aquisição.
Feio mas tolerável!!!


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Kronoform Robot Watch Knock Off...

Já não sei à quanto tempo tenho este relógio.
Tenho-o desde sempre pois não me recordo de ter comprado esta excelente peça dos anos 80, nem de mo terem oferecido.
Sei agora que, este robô foi fabricado em 1986 e é uma cópia do famoso relógio robô da Takara.


Este Knock Off era vendido por todo o lado em caixas compridas, que mostravam como a China estava já a fazer de tudo para copiar os melhores produtos, vendendo-os mais baratos.
Não me recordo de ver os Kronoforms da Takara à venda, mas estes azuis, pretos e vermelhos eram vendidos até em feiras de época.


O melhor deste relógio era mesmo a sua capacidade de se transformar num pequeno robô. O relógio dava horas e pouco mais. O corpo do robô estava preso à bracelete por um pino que podia soltar-se pressionado dois botões laterais, ao mesmo tempo.


Montar a figura é extremamente simples. A cabeça roda para mostrar as feições, e as mão estão escondidas nos braços e podem ser puxadas para fora com a ajuda de um pequeno pino que existe nos braços.

O robô não é nada de impressionante mas acaba por ter grandes semelhanças com o Decepticon Soundwave, da linha dos Transformers.
Penso que muitos dos que cresceram nos anos 80 de certo que se vão recordar desta maravilha, já esquecida por muitos.
As publicidades a estes robôs apareceram por todo o lado, principalmente nas pequenas revistas (gibis) da Marvel e DC que vinham directamente do Brasil e que nos encheram a infância de aventuras.