sábado, 29 de setembro de 2012

Leituras do Best...Heróis Marvel #13

O segundo volume de Guerras Secretas, desta vez intitulado de Batalha Final, é o número 13 da publicação Heróis Marvel do Jornal Público.

Mais uma vez Jim Shooter escreve mais algumas das mais marcantes histórias dos anos 80.
Neste Volume podemos ter um vislumbre do novo uniforme do Homem Aranha, que se tornará lendário e da desmesurada ambição de Doom que rouba para si o poder de Beyonder tornando-se uma das criaturas mais poderosas de sempre.

No final deste volume temos uma surpresa na forma de uma história publicada na revista What if? #114 de Novembro de 1998, que conta o que aconteceria se os heróis das Guerras Secretas nunca tivessem regressado à Terra?
Esta pequena aventura tem argumento de Jay Faerber e desenhos de Gregg Schigiel


Esta será uma história surpreendente que nos levará a conhecer uma realidade alternativa com os filhos dos principais heróis intervenientes da Guerra de Beyonder.
Este volume reúne os números 8 a 12 de Secret Wars, publicados entre Dezembro e Abril 1984/85 e o número 114 de What if? em Novembro de 1998.
Mais um grande volume de banda desenhada.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Masters of the Universe Classics...Griffin...

A Besta do momento é o fantástico Griffin, criatura retirada da série de 2002 de MOTU.
Penso que, de todas as Beasts que já saíram esta é, com toda a certeza, a mais perfeita.
Claro que o Battle Cat e o Panthor estão muito bons, mas o Griffin, para além de aproveitar o corpo dos grandes gatos, têm um nível de detalhe e dinâmica fora do normal.


Foi, a meu ver, uma grande ideia da Mattel, incluir mais uma montada na crescente colecção de MOTUC e que fica tão bem com o Beast Man ou com qualquer outro Evil ou Heroic Warrior.


O que se sabe deste Griffin é que estas grandes bestas voadoras foram trazidas originalmente para Eternia pelos Mercadores das Estrelas. Acabaram por escapar e ir viver numa colónia selvagem, no interior da Vine Jungle. Aqui foram novamente escravizados, tornando-se as montadas preferidas dos Beast Men que vivem nas suas aldeias suspensas. Raqquill Rqazz, um dos Beast Man ao serviço de Skeletor, na sua Snake Mountain, chama diversas vezes estas Bestas para o levar e ao seu Mestre directamente para a batalha. Conta-se que durante a Second Ultimate Battleground, um grupo destas Bestas atacou a Grayskull Tower com o intuito de enfraquecer as defesas dos Masters of the Universe. São ainda conhecidas entre a população de Eternia por trazerem o terror vindo dos céus.


Todo o corpo deste Griffin é mais ou menos baseado nas criaturas que aparecem na serie de animação. Embora aqui estas apareçam em maior escala.

Griffin da versão animada

Esta figura aproveita o corpo do Battle Cat sendo que as únicas diferenças são a cabeça, as asas, as patas traseiras e a cauda.
Excelentemente bem esculpida e com uma sela totalmente nova, este Griffin é uma criatura obrigatória para o coleccionador de MOTUC.


Tem cerca de 21 pontos de articulação e uma presença brutal entre as outras Bestas da colecção.
As asas são uma mais valia, marcando-a como a segundo maior Besta da série.


Esta é uma figura de 2012 e que apesar de tudo vem perfeita e sem defeitos, pelo menos no meu exemplar. É uma figura boa para construir exércitos (3 ou 4 numa colecção engrandecem os exércitos do mal) embora sejam aquisições dispendiosas, pois sendo uma Beast tem preço acrescido.
Estou muito satisfeito com esta aquisição que recomendo mesmo àqueles que não têm grande amor por estas personagens.


terça-feira, 25 de setembro de 2012

PVC - Power Rangers: Operation Overdrive...incompleta

Uma das mais recentes colecções que vale mesmo a pena adquirir, embora se venda em cada vez menos locais, é esta de Power Rangers: Operation Overdrive.
Já fazia algum tempo que não aparecia uma colecção deste género com tão bons detalhes e acabamentos.
São 16 figuras em PVC da responsabilidade da Edibas e com data de 2011.


Power rangers: Operation Overdrive é uma série que passa na televisão nos canais nacionais e está a ter algum sucesso entre as novas gerações, que estão a ver Power Rangers pela primeira vez.
As figuras são heróis e vilões, que fazem parte da série e que são exóticos o suficiente para valer a pena fazer a colecção.

Vendem-se em saquetas individuais que trazem uma figura e cartas jogáveis, laminadas, com fotos de personagens, situações e impressas em plástico transparente o que lhes dá uma certa originalidade.


Ainda me faltam algumas figuras, pois como disse, é uma colecção que está a desaparecer muito rapidamente e são escassos os locais de venda.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Leituras do Best...Heróis Marvel #12...

Esta semana foi uma das mais significativas de todos os tempos.
Esta semana foi publicado em Portugal, numa edição de luxo, a primeira parte de de uma das mais importantes sagas do Universo Marvel.
Estou a falar do volume 12 da colecção Heróis Marvel do jornal Público que se intitula Guerras Secretas: Heróis Vs Vilões.


Este é apenas a primeira parte da mais famosa e controversa saga da Marvel, que trouxe mudanças enormes ao universo e a muitas das suas personagens.
Este volume engloba os números 1 a 7 de Secret Wars, publicados em 1984 com desenhos de Mike Zeck e Bob Layton e argumento de Jim Shooter.


O melhor deste grande album são as suas 196 páginas e o prólogo que mostra como os heróis foram atraídos para a grande máquina de selecção de Beyonder, o ser que os escolhe para lutarem uma guerra, num planeta que fica para lá de todo o universo conhecido.
Esta é edição é um sonho tornado realidade!
A segunda parte da saga será publicada na próxima Quinta-Feira!

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Crónica: Olhar para o boneco #6...

Está online, desde hoje cedo, mais uma das minhas crónicas que faço para o site Centralcomics.
Depois de algum atraso esta é a sexta crónica sobre figuras coleccionáveis que apresente regularmente.
Desta vez uma visão única de Loki do filme Avengers produzido pela Hot Toys!

Para ler o artigo consultem o link abaixo e deixem a vossa opinião nos comentários.

http://www.centralcomics.com/2012/09/20/figuras-avengers-loki/

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Masters of the Universe....Spydor...

Os veículos de Masters of the Universe sempre me fascinaram pela maneira como foram desenvolvidos numa época em que a engenharia destas coisas esteve no seu auge.
Mesmo as figuras da linha sempre apresentaram características fora do comum, sendo desenhadas e concebidas para fazer certo tipo de coisas que nem hoje em dia se vêm, nas mais modernas figuras do género.
Os veículos são mesmo qualquer coisa espectacular e o Spydor é talvez a máquina de guerra mais bem concebida de todas.
Desenhada para transportar apenas um ocupante, esta gigantesca aranha mecânica é uma das armas de Skeletor e das suas forças do mal.


Sendo assim Spydor é um veículo que pertence à série 4 da colecção vintage de Masters of the Universe e que aparece no mercado em 1984/85.
É um transporte que leva apenas uma figura e que funciona com duas pilhas médias alcalinas que se introduzem em dois compartimentos separados que se encontram nos flancos da enorme criatura.
As 6 patas permitem que Spydor se movimente para a frente e para trás, sendo apenas preciso accionar um botão na parte detrás da aranha.



As mandíbulas da aranha podem abrir-se para segurar uma figura MOTU e transportá-la facilmente enquanto sem desloca de um lado para o outro.  
Do lugar do condutor podem ainda verificar-se as armas laser semi-transparentes, perfeitamente conservadas e que podem ser retiradas para serem usadas por qualquer figura MOTU vintage, individualmente.
A parte de baixo de Spidor apresenta uma peça transparente que permite ver os mecanismos em funcionamento, mas temos de a virar de perna para o ar para podermos ver esse desempenho.


Esta beleza foi adquirida a um coleccionador de MOTU e vem completa com livrete de instruções, certificado de garantia, autocolantes de origem, caixa e a funcionar perfeitamente depois de adicionadas pilhas.
Curiosamente este Spydor foi feito no México, em 1984, mas a caixa é espanhola e vem com a data de 1987!


O único problema desta peça em particular são os encaixes das pernas ao corpo.
As pernas são desmontáveis mas depois de montadas são muito difíceis de retirar e têm de ser desmontadas com algum cuidado pois partem-se com facilidade na junção junto ao corpo da aranha.
No entanto este é um dos mais tenebrosos e belos veículos desta colecção vintage.