segunda-feira, 20 de setembro de 2010

In Memoriam...

Ao longo de toda a vida vamos encontrando pessoas que de forma directa ou indirecta nos vão ajudando a viver. Pessoas que nos proporcionam momentos que nos moldam e nos preparam para enfrentar o futuro.
A maior parte dessas pessoas estão ligadas a nós directamente. São familiares que nos educam, que nos ensinam e que nos mostram como é o mundo.
Uma dessas pessoas foi o meu avô.
O meu avô era uma pessoa extraordinária. Nasceu em terras de Coimbra e foi aí que conheceu a minha avó. Poucos anos depois mudaram-se para Lisboa em busca de melhor vida. Nessa altura encontrou trabalho como jardineiro e chegou mesmo a ser o chefe jardineiro da Arboricultora de Caneças, uma vila perto de Odivelas, nos arredores de Lisboa.
O mais extraordinário na pessoa do meu avô era a sua incrível capacidade de fazer humor nas situações mais insignificantes. Era um homem de sorriso fácil, coração bom e de uma alma que transbordava sabedoria sobre plantas e àrvores.
Para mim o mais fascinante era ainda a sua capacidade de fazer brinquedos de madeira.
Quantas vezes não dei com ele a atacar uma tábua enorme com um estranho instrumento metálico, retirando madeira em grandes lascas e dando forma a uma espingarda ou a uma espada perfeita. Perdi a conta à quantidade destes brinquedos que ele fazia para mim e às aventuras que me proporcionava com aqueles toscos brinquedos nascidos da sua imaginação.
Infelizmente nenhum deles sobreviveu à passagem do tempo para os poder mostrar aqui.
Mas é assim que me recordarei sempre dele.
Como um mestre no seu ofício e como um fazedor de sonhos incomparável.
Descansa em paz avô.
Não serás esquecido...

In Memoriam... Marcolino Alves 1928-2010

5 comentários:

Mário Alves disse...

Obrigado Avo por todos os momentos bons que nos deste, nunca te irei esquecer, nunca irei esquecer o teu sorrizo, os teus abraços que me faziam sentir o amor que tinhas por mim, vou ter saudades de tudo isto e muito mais...
Estarás para sempre no meu coração, o teu Zezito nunca te esquecerá.
Parte em Paz.

Obrigado Avo


Mário Alves

M CARVALHO disse...

A tristeza dos nossos amigos é nossa tambêm, os meus mais sinceros pêsames.

LADY-BIRD, ANTITABÁGIKA, FÃ DO JOMI LOL E JÁ AGORA DOS NOSSOS AMIGOS ANTI-TECNOLOGIAS: MARCHANTE (se não existissem tinham que ser inventados) disse...

Os meus sentimentos Nuno.

A vida tem destas coisas, e mesmo velhinhos nós gostamos muito dos nossos avós, eu que o diga.

beijinhos

CINE31 disse...

Só posso dizer: os meus pêsames.
Um abraço,

David Martins/Cine31

DEVILZINHO disse...

Caro amigo,
o que sentes também já o senti, é triste, é algo que adoramos e que nos foge... mas no nosso coração estará sempre presente a cada momento de felicidade...
que descansem em paz eternamente.

um forte abraço
DÁRIO GOMES